Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2012 - Reuters

WASHINGTON, 23 Fev (Reuters) - O presidente norte-americano, Barack Obama, confiante de que conseguirá se reeleger em novembro, disse a uma plateia de hispânicos que usará o segundo mandato para buscar uma reforma imigratória abrangente.

"Minha presidência não acabou", disse Obama em entrevista à Univisión Radio, quando questionado sobre seu fracasso até o momento para avançar com uma lei de imigração. "Tenho mais cinco anos à frente. Vamos fazer isso."

Obama busca suporte dos eleitores hispânicos, cujo forte apoio o ajudou a vencer as eleições presidenciais de 2008. Mas algumas pessoas da comunidade latina estão descontentes com a falta de progresso em direção à revisão do sistema imigratório.

Obama, em entrevista transmitida um dia antes de sua visita à Flórida, um reduto eleitoral com imensa população hispânica, tentou garantir aos latinos que está comprometido com a tentativa de aprovar uma reforma imigratória mais ampla.

Ele rejeitou as sugestões de que não cumpriu uma promessa de campanha e colocou a culpa sobre os republicanos no Congresso que, segundo o presidente, estavam "relutantes em conversar sobre quaisquer soluções para o tema".

"Até agora, não vimos nenhum pré-candidato republicano apoiar uma reforma imigratória", disse Obama, tendo em vista seus adversários potenciais na eleição 6 de novembro.

A Casa Branca espera que as posições mais conservadoras de pré-candidatos republicanos sobre imigração ilegal e controle de fronteira ajudem Obama com os eleitores hispânicos em Estados importantes, como Flórida, Nevada e Colorado.

Pesquisar Notícia

Enquete

O que você acha da participação de artistas nas campanhas?